Acesso restritoCONSULTAS SCPC

 

Empresários ourinhenses denunciam golpe do boleto

O golpe pode parecer antigo, mas muitas “entidades fantasmas” têm feito vítimas em todo o Brasil, inclusive em Ourinhos. Recentemente, empresários voltaram a denunciar os boletos falsos que chegam via e-mail e causam prejuízos aos mais desatentos.

O consultor jurídico da ACE, o advogado Gilvano José da Silva, informa que o objetivo da Associação Comercial e Empresarial de Ourinhos é alertar e esclarecer: “Desconfie sempre, pois entidades ‘fantasmas’ praticam golpes frequentemente, essa é uma prática que ainda faz muitas vítimas e, infelizmente, não existe forma de ressarcimento”.

Como acontece o golpe? Para enganar o empresário que vive na “correria do dia a dia” e também, novos empreendedores, as entidades fantasmas utilizam um boleto muito similar ao enviado por bancos para pagamento de títulos e tributos. A maioria dos boletos chega até ter a marca do banco no documento. Alguns falsos boletos apresentam artigos da Constituição Federal que citam prováveis punições caso o valor cobrado não seja quitado.

Outra característica é a data para vencimento. Os boletos são enviados sempre próximos da cobrança. “Por isso que as pessoas que trabalham na área financeira das empresas devem prestar muita atenção aos boletos que recebem, pois na pressa, ou com medo de multas, podem pagar boletos falsos. Ao identificar um boleto na sua caixa de e-mail cujo nome não seja de nenhum prestador de serviços da sua empresa, desconsidere-o”, diz Gilvano.

No caso de Associações Comerciais fantasmas, fique atento. “Recebemos algumas ligações de associados da ACE Ourinhos informando que receberam boletos em nome de entidades muito parecidas com a nossa, como Associação Comercial Empresarial do Estado de São Paulo. A empresa ‘existe’, o CNPJ existe, mas não é real, é golpe. Então, na dúvida, ligue no banco, investigue, verifique os dados públicos e do que se trata o serviço”, concluiu.

Esse tipo de golpe é indício de crime de estelionato, de acordo com o consultor jurídico da ACE. Atualmente, segundo ele, muitas entidades, possivelmente fantasmas, estão sendo investigadas e milhares de processos estão sendo abertos. Para os empresários que forem vitimados por ações desse gênero, a orientação é que façam boletim de ocorrência para que o caso seja investigado e, posteriormente, encaminhado ao Ministério Público.


<< Voltar


CURSOS E EVENTOS


Veja todos

  • CDC

PARCEIROS