Acesso restritoCONSULTAS BOA VISTA SCPC

 

ACE suspende promoção - Liquida Verão - com o decreto da Prefeitura que fechou o comércio

ACE suspende promoção “Liquida Verão” com o  decreto da Prefeitura que fechou o comércio

 

Presidente da ACE, Robson Martuchi, concedeu entrevista coletiva para a imprensa e questionou decisão da Prefeitura de levar Ourinhos à fase vermelha do Plano SP

 

 

Mesmo com o enquadramento da região administrativa de Ourinhos (Marília) na faixa laranja do Plano São Paulo de flexibilização da quarentena contra a Covid-19, a Prefeitura de Ourinhos publicou decreto na noite de terça-feira, 12, colocando o município na fase mais rigorosa, a vermelha, em que todos os estabelecimentos comerciais, exceto os considerados essenciais, estão obrigados a permanecer fechados até o dia 19 de janeiro. Na próxima quarta, a Prefeitura informou que vai decidir os próximos passos após uma nova avaliação do comitê gestor local.

 

Com o fechamento das lojas, foi interrompida a promoção do comércio de iniciativa da ACE (Associação Comercial e Industrial de Ourinhos), a “Liquida Verão”, iniciada na sexta-feira passada. “Era uma ação importante para os lojistas e também para os trabalhadores do comércio recuperarem perdas do final do ano, já que maioria depende de comissionamento sobre vendas, considerando que nos finais de semana pós Natal e Reveillón a Prefeitura também obrigou o comércio a fechar”, ponderou Robson Martuchi, presidente da ACE.

 

Em entrevista coletiva realizada na sede da ACE na manhã desta quarta-feira, 13, Martuchi foi taxativo ao afirmar que é contrário ao não funcionamento das atividades econômicas em Ourinhos. Segundo ele, nas empresas as pessoas estão em ambientes controlados, sob protocolos de prevenção importantes, como o uso de máscara, álcool gel e distanciamento, por exemplo. “Fizemos testes em cerca de 2 mil trabalhadores no comércio em parceria com a própria Secretaria de Saúde do município recentemente e tivemos apenas 12 casos detectados, o que mostra que no comércio é onde menos se propaga o novo coronavírus”, argumentou o presidente da ACE.

 

No entendimento de Robson Martuchi, houve um exagero na medida por parte do prefeito municipal, Lucas Pocay, que alega ter acatado uma recomendação do Ministério Público. “No texto do MP está claro que o promotor apenas sugeriu que alguma medida da fase vermelha pudesse ser adotada para o recrudescimento das ações, mas não pediu que fosse decretado o lockdown”, justifica Martuchi. De fato, o texto do MP diz assim: ‘...inclusive com a adoção de providências atinentes a fase vermelha do Plano São Paulo...’.

 

A ACE aguarda um agendamento da Prefeitura para que os representantes da atividade econômica na cidade possam também se fazer ouvir, de acordo com o presidente da ACE. “Estamos avaliando medidas judiciais cabíveis, mas a nossa preferência é pelo diálogo e o entendimento mútuo”, afirmou Robson Martuchi.

 


<< Voltar


CURSOS E EVENTOS


Veja todos

PARCEIROS